Política

TSE trabalhando mais uma vez em favor de criminosos…Dessa vez os ficha suja!

Os ministros Alexandre de Moraes, Mauro Campbell Marques, Tarcísio Vieira de Carvalo Neto, Sérgio Banhos e Luís Roberto Barroso, votaram a favor de que o prazo de inelegibilidade de oito anos não fosse estendido para atingir as Eleições 2020.

Os ministros Edson Fachin e Luís Felipe Salomão defenderam que a penalidade deveria continuar em vigor, mesmo com o adiamento da data das eleições.

Por causa da pandemia do vírus chinês, as eleições que seriam em 04 de Outubro, foi adiada para 15 de Novembro. Mas, de acordo com a decisão de hoje do TSE, o adiamento das eleições para 15 de novembro fez com que a proibição prevista na Ficha Limpa não incida mais sobre os políticos que se tornaram inelegíveis em outubro de 2012.

No meu pensamento e creio que no pensamento do caro leitor, uma vez ficha suja, sempre ficha suja e deveria de serem inabilitados perpétuamente de serem candidatos.

Mas se formos analisar mais a fundo, quem sabe não descobriremos conexões políticas por trás dessa decisão desses ministros que devem até as cuecas e calcinhas aos políticos de esquerda que os puseram em seus atuais cargos…

Enfim, isso é o Brasil, isso é o nosso país que nesses ultimos 30 anos foi totalmente aparelhado pela esquerda a espera de um dia, fosse implantado o socialismo por aqui.

Essa gente do supremo já não fazem mais questão de esconder de ninguém que são parciais, esquerdistas caviar, comedores de lagosta e beberrões de vinhos impotados e que acima de tudo trabalham contra o povo.

A única coisa que cabe a nós povo, é investigar o passado de cada candidato e não votar por paixão, não votar porque é isso e aquilo. Ou o povo aprende a votar ou usará o cabresto da desgraça de políticos corruptos para sempre.

A justiça não está do lado do povo.

HC de Souza

Um comentário sobre “TSE trabalhando mais uma vez em favor de criminosos…Dessa vez os ficha suja!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *