Compartilhar:

                É triste ver uma pessoa valorizar mais a vida de um macaco do que a de um ser humano…

                Foi essa a frase que li num comentário feito por um norte americano num blog que sigo pelo facebook de uma garota muito inteligente por sinal, ela escreveu: “ Que porra, estou cansada de ver animais sendo assassinados por conta de pais que não cuidam de seus filhos. Pais, olhem suas crianças!”

                Basicamente eu entendi o recado da blogueira e concordo com ela, se você é pai/mãe, ok, lindo! Souberam fazer um lindo filhinho e querem sair com ele para passear, ok! Perfeito, normal, devem! Mas afirmo, “olhem suas crianças!”, a desculpa de que foi um acidente, foi uma questão de segundos, pode sim ser verdadeira, mas não justifica!

                As vezes estou dirigindo meu carro no meu bairro e sempre vou devagar, por duas razões: A primeira, não sou um filho da puta em dirigir acelerando a mais de 40km por hora num bairro residencial onde há crianças brincando nas ruas e calçadas, cães e gatos que passeiam livremente, dirigir em alta velocidade em bairros residenciais é coisa de Idiota! As vezes observo ao longe que tem crianças muito pequenas brincando na calçada e sem seus pais a observá-los, e ou pior…ver que seus pais estão olhando mas de uma distancia tão longa que seria impossível os mesmos agirem em favor de seus filhos se o mesmo, do nada, resolvesse da calçada atravessar a rua correndo…

                Então, junta a “filhadaputisse” de um motorista imbecil que pensa que esta numa pista de formula 1, com uma criança cujos pais estão desatentos  para estar feita a merda.

                É preciso que pais estejam atentos aos seus filhos ao saírem de casa, ou deixar que os mesmos brinquem nas calçadas, uma criança precisa de “freio” de saber o que ela pode ou não fazer, e infelizmente não é isso que observo nesses pais modernos que deixam suas crianças com total liberdade e nunca dizem não. O NÃO é fundamental para crianças não crescerem seres humanos adultos da pior qualidade.

                Voltando ao caso, fiquei extremamente revoltado e indignado com a historia do gorila Harambe que simplesmente foi assassinado por idiotas daquele maldito zoológico nos EUA. Onde estava a arma que dispara tranquilizantes? Não existe? É revoltante que um animal tenha sido retirado da selva para ser exposto num lugar que ele não pertence, e ainda  tenha tido um fim tão cretino desse. Por fim, o menino saiu de lá apenas com os arranhões que obteve quando pulou no espaço do gorila por culpa e negligencia de seus pais.

                Sabiam que para retirar um filhote de gorila da selva, caçadores imundos ( Considero Todo Caçador Imundo ) precisam matar toda sua família? Pois é…

                Ontem estava assistindo a um programa jornalístico chamado Em Pauta, onde a jornalista Eliana Cantanhêde, referindo-se ao caso disse: “Sim eu acho que infelizmente fizeram bem em ter matado o gorila. Ele podia ter matado o menino”. Quando ela terminou a frase, fiquei refletindo…” Egoísta… Só pensa em sí mesma…Acha que nós os humanos somos tão importantes que podemos sair por aí matando, tirando animais de seus habitats e depois ferrarem com eles desse jeito,  pelo fato de acharem que um de nossa espécie está correndo risco.” Nós somos mesmo mais importantes que outra espécie pelo simples fato de que raciocinamos? E quem é que está a destruir o planeta? São os animais ou nós? Ok…

                Depois veio me a mente: E se fosse meu filho aquele menino? Como eu teria agido?

                Eu o HC, primeiramente se fosse meu filho, não estaria lá na jaula, jamais eu descuidaria de um filho meu. Segundo, eu correria saber se o zoo teria arma tranquilizante e não um rifle, ( Todo maldito zoológico com animais grandes tem obrigação de ter armas tranquilizantes para em situações adversas atirarem doses altas a fim de que a ação do tranquilizante seja rápida ) Em últimos casos, eu entraria na jaula e tentaria tirar o menino de lá mesmo que o gorila me machucasse, mas jamais permitiria a morte do mesmo. Ah, e primeiramente, gritaria para que todos parassem de gritar,pois isso é algo que assusta qualquer um. Foi um dos fatores que estressou o gorila, gritos…Afinal isso não é normal.

                Mas enfim, Harambe está nas mãos de Deus, creio que nenhuma injustiça será deixada de ser condenada, seja de que forma for…Um dia todos pagam, de um jeito ou outro…

                Pais…CUIDEM e EDUQUEM suas crias! Menos mimos para termos adultos mais humanos quem sabe um dia…

                Descanse Harambe…Em paz… :(

                Abraço forte e reconfortante a todos.

HC de Souza

Compartilhar: